Identidade da PJMP

A experiência de alguns anos de PJ levou os jovens a sentirem necessidade de levar em conta o MEIO SOCIAL na própria organização. Os jovens de cada meio social têm interesses e anseios específicos.

Também os jovens do meio popular têm condicionamentos, problemas e aspirações muito características de sua realidade social. Jesus preocupou-se em evangelizar a todos, mas não tratou a todos do mesmo jeito. Sua mensagem libertadora levava em conta a situação concreta dos grupos e pessoas às quais se dirigia. O Documento de Puebla coloca a exigência de criar pastorais especificas adaptadas à realidade que as pessoas vivem ( Puebla 1187 e 1109 ).

A partir disso podemos compreender melhor o que é a PJMP. PJMP é uma articulação de jovens da classe explorada: estudantes, operários, comerciários, motoristas, biscateiros, empregados e desempregados.

A PJMP é uma forma dos jovens empobrecidos da cidade e do campo serem Igreja e, ao mesmo tempo, se engajarem nos organismos intermediários para contribuírem com a transformação da sociedade à luz do projeto libertador de Jesus Cristo, na fidelidade à classe oprimida. Lutando com sua classe e refletindo sobre estas lutas à luz da palavra de Deus, os jovens se comprometem com a construção de uma sociedade nova onde não haja injustiças, nem exploração.

A PJMP, como toda pastoral da juventude, está articulada na PASTORAL ORGÂNICA: é a pastoral da Igreja do Brasil entre os jovens do meio popular; é a experiência da Igreja do Brasil de rosto POPULAR E JOVEM.