O bom olhar

Condenar, no que isso ajuda você ou os outros?
Condenar é emitir mau juízo, e quem faz isso uma vez,
abre precedente para outras, criando o vício da condenação.
O pensamento de condenação é pior para quem
o faz do que para aquele a quem se dirige.
O desamor e o desapreço, empregados ao se condenar,
ficam impregnados no auto das condenações, prejudicando-o.
Empregue o bom olhar em tudo.
Mesmo que as aparências requeiram desaprovação,
evite o comentário ruim, o mau julgamento.
Não é raro o julgador agir pior que o julgado,
quando posto em idêntica condição.

Autor: Guilherme Monteiro Cerqueira – PJMP Nova Iguaçu RJ
Contato: guilhermedapj@gmail.com
12/07/2010